7 de junho de 2007

Anedotas do Herman - O Caçador

2 comentários:

Jack disse...

Raros, muito raros são os casos de pessoas que, actualmente, singram no “mundo do entretenimento” e que não sejam naturais da Capital.
Refiro-me em particular às pessoas que escrevem “humor”.
Pode até parecer mentira, mas uma pequena e simples pesquisa de mercado vai resultar nos seguintes factos: os actuais “gurus do humor” estão, quase todos, na casa dos trinta; nasceram na Capital, e, o mais inacreditável: conhecem-se desde os tempos dos bancos da escola primária.
Isto leva-me a deduzir basicamente três coisas: a primeira é que as escolas primárias da Capital têm óptimas condições para o ensino do humor, a segunda é que Portugal é um país muito dado a grupinhos, e a última dedução ainda não a entendi.
Seria extremamente injusto da minha parte não admitir que existe algum mérito ou talento da parte de quem escreve “humor” hoje em dia, por isso, é melhor passar à frente.
O meu, diga-mos, “conselho” a quem tiver pretensões de um dia ganhar a vida a escrever humor e não seja da Capital, é o seguinte: Desistam!!

Ok, eu tinha guardado esta solução só para mim, mas como não nasci na Capital vou partilhá-la: procurem… procurem bem, e com um bocado de sorte e um bom desodorizante, talvez encontrem na família de algum “mestre do humor” uma irmã (ou irmão) por casar, não pensem duas vezes, é a única solução.
Felicidades.

Patrick disse...

Quando o DVD das anedotas saiu, senti felicidade e desilusão ao mesmo tempo, felicidade por poder ter e ver o integral quando quiser e desiludido porque este talvez seja o trabalho do Herman que não me diz tanto quanto o resto, tenho estado à espera, há séculos, do Nelo & idália, O Tal Canal, Humor de Perdição, Herman Enciclopédia, Credo e todos os outros em DVD e até hoje nada...