24 de julho de 2007

Vip – Ponto Final


Se reencarnasse numa planta...
Cannabis. Para que me fumassem e ficassem bem-dispostos, e para acabar retratada em Swarovskis pretos numa camisola de cachemira do Lucien Pellat-Finet.

E se reencarnasse num animal ?
Numa tartaruga daquelas que vivem nas Seychelles e que duram centenas de anos. Essas sim, têm tempo de vida para gozar a sua existência sem stress nem pressas.

Qual a maravilha da sua vida ?
A ilha de Manhattan. A minha Disneyworld privada, o meu balão de oxigénio artístico, a minha segunda pátria, a minha estátua da liberdade.

Onde é que aposta que vai ficar o novo Aeroporto de Lisboa ?
Em Alcochete. Porque é plano, porque os terrenos são do Estado, porque é perto de Lisboa, porque potencia o mercado espanhol, porque reforça a importância do aeroporto Sá Carneiro, porque a opcção Ota é miserável, porque a opção Portela + 1 é impensável, e porque o José Sócrates é dos tipos mais sérios que conheço.

Onde lhe dava mais jeito que ficasse?
Na minha quinta em Azeitão. Nem precisava de ser muito grande – bastava uma pista para fazer levantar e pousar um Gulfstream GV.

Que personalidade gostava de ter, em pelúcia, junto à cama?
Uma Hello Kitty com uma coleira Bulgari. Nada mais fashion.

O que têm andado os políticos a fazer nos últimos tempos ?
Têm tentado sobreviver a um País desorganizado, soturno e falido. Não lhes invejo a tarefa.

E os humoristas ?
Eu tenho estado a fazer um grade programa de televisão, que se chama Hora H, que vai para o ar às segundas-feiras de manhãzinha.

Qual é a idade da reforma ?
A idade ideal é aquela que a Greta Garbo escolheu para a sua reforma : trinta e seis anos. Quem me dera, mas temos grandes diferenças : ela era uma greta famosa no Mundo inteiro, e eu não passo duma frincha a tentar sobreviver numa aldeia pobre.

E para o Hora H ?
A Hora H reforma-se no final do ano, depois de cumpridas quarenta e duas edições. Espero que guardem a sério com cuidade, para que daqui a dez anos, quando for reposta, mereça os mesmo comentários que se ouvem agora sobre o Herman Enciclopédia : “Aquilo é que era um grande programa de televisão, não é isto que ele está a fazer agora! “

O que é que fazia se lhe saísse num sorteio um dos novos radares de Lisboa ?
Pedia que me trocassem pelo novo iPhone da Apple. Gadget por gadget, que me desse um que me seja útil.

4 comentários:

Jorge Dias disse...

É genial esta entrevista! É de mestre... tanto em questões como a Ota, como com o seu "Hora H"! E é de tirar o chapéu com o humor que o Herman em relação aos obstáculos que seu programa atravessa!

__Eagle__ disse...

Duro e directo nas respostas! É assim mesmo!

Saulus Lupus Lunae disse...

Gostaria de saber quando é que o Sr. Herman bate com o pé no chão, e exige textos de qualidade? Ou, quiça, quando voltará a escrever???

londoner disse...

Herman... não está a resultar... a sério... Eu quero o meu "Tal Canal", "Herman Enciclopedia", "Herman 98/99" de volta!!!! Menos Jay Leno, versão portuguesa, e mais Herman José nos anos 90!!! quero parar a meio da semana para ver o seu programa e partir-me a rir!